Defesa Animal

“Protesto Carlos” em Curitiba

 

Em evento patrocinado pelo maior frigorífico do país, Onca protesta contra o consumo de carne.

 

Por: Redação Onca

 

 

No sábado 29 de março de 2014, quando fez aniversário, a cidade de Curitiba recebeu um espetáculo musical do cantor e compositor Roberto Carlos, patrocinado pelo frigorífico JBS/Friboi, o maior matadouro de animais do mundo.
Na ocasião, o grupo Onca realizou, em frente ao local do evento, um manifesto público contra o consumo de carne.

 

Apelidado de “Protesto Carlos” –usando um trocadilho com o nome do cantor, garoto-propaganda da marca frigorífica–, o protesto denunciava a matança desnecessária de milhões e milhões de animais todos os anos somente nos matadouros do país.

 

Além disso, denunciava o impacto negativo ambiental da produção animal –provocando desmatamentos, poluição, etc– o impacto social –desperdício de alimentos, uso de trabalho escravo, numerosos casos de acidentes de trabalho e violações de direitos trabalhistas, etc– e os males à saúde humana.

 

Uma ativista fantasiada de vaca segurava um cartaz com o símbolo “Proibido Friboi”. Outro ativista representando um funcionário de frigorífico segurava em uma mão um facão e em outra um pedaço falso de carne, enquanto tinha seu avental branco sujo de sangue, lembrando a matança diária sofrida pelos animais não-humanos.

 

Além deles, outros ativistas exibiam banners e faixas. Um grande banner mostrava a imagem de uma cabeça de um bovino pendurada num matadouro, com os dizeres: “Não é bife. É uma vida!”. Outros banners exibiam imagens de animais sofrendo de todas as formas para a produção de produtos animais. Uma faixa dizia: “Animal não é produto!”.

 

Para completar, panfletos foram distribuídos, que abordavam o impacto do consumo de produtos animais, de todos os pontos de vista: animal, ambiental e social e saúde humana.

 

A reação do público foi bastante positiva e superou as expectativas do grupo. Mesmo entre um público de maior idade, aconteceram diversos momentos onde crianças e adolescentes pararam para ler os banners e olhar com mais atenção as imagens estampadas. Uma mãe apontava e explicava para o filho sobre cada uma das imagens, por exemplo.

 

Além disso, aconteceram ocasiões de pessoas dentre o público que entrava que afirmaram que também eram vegetarianas ou que tinham vegetarianos na família. Uma jovem pediu para ser fotografada junto com a “vaca” e o “açougueiro” –os ativistas fantasiados–, para mostrar ao seu irmão, vegano.

 

Não somente ela, aliás, mas além de jornais e outros meios de comunicação presentes, que realizaram matérias sobre o protesto ou mesmo registraram em áudio ou vídeo, diversas pessoas do público que simpatizaram ou se surpreenderam, registraram em foto a ação do grupo.

 

A atividade, que teve início as 15h encerrou-se as 22h –quando todo o público já adentrara ao espaço do espetáculo–, tendo conversada com muitos interessados e distribuído 2 mil panfletos.

 

 

 

 

 

Falsa publicidade
Em comercial televisivo, a marca Friboi lançou uma propaganda enganosa, onde o seu garoto-propaganda, o cantor Roberto Carlos dizia-se um ex-vegetariano, após 30 anos de vegetarianismo. Essa informação foi desmentida em meio de comunicação logo após o lançamento do comercial. O cantor que, de fato, há muitos anos não come carne “vermelha” –ou seja, de gado–, comia carne de aves e peixes. Além disso, investe em gado e produção de carne desde 2005.

 

 

Sobre a JBS/Friboi
- O empresa JBS/Friboi é o maior frigorífico de carne bovina do mundo. Mas seu grupo abate também aves e suínos. Além disso, é responsável pela morte e exploração de animais usados na produção de laticínios.
- O grupo JBS/Friboi tem patrimônio de R$ 8 bilhões, mas uma dívida de R$ 30 bilhões. Apesar disso, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) é sócio em mais de um terço de participação com a JBS e já liberou empréstimos em R$ 8,1 bilhões a JBS –ou seja, mais do que a empresa vale!
- A JBS/Friboi paga apenas 6% de imposto sobre vendas. Aliás, as empresas de carne bovina estão entre as que menos pagam impostos sobre vendas no Brasil.
- Sobre as relações econômicas entre a JBS/Friboi e o atual governo brasileiro, o ex-secretário nacional de Justiça e ex-delegado da Polícia Civil, Romeu Tuma Jr. em declaração pública, a chamou de a “maior lavanderia [de dinheiro] da América Latina”.

 

 

 

FOTOS
Veja as fotos do protesto do Onca:
>>>

 

 

Leia reportagem sobre a ação nos jornais:

 

Gazeta do Povo

http://www.gazetadopovo.com.br/cadernog/conteudo.phtml?id=1458152

 

Jornal de Londrina

http://www.jornaldelondrina.com.br/m/cultura/conteudo.phtml?tl=1&id=1458152&tit=Ativistas-protestam-contra-Friboi-antes-do-show-de-Roberto-Carlos

 

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais

http://www.anda.jor.br/31/03/2014/ativistas-realizam-protesto-show-roberto-carlos-curitiba-pr?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=ativistas-realizam-protesto-show-roberto-carlos-curitiba-pr

 

Vista-se

http://vista-se.com.br/show-de-roberto-carlos-em-curitiba-recebe-protesto-contra-a-friboi/

 

 

 

 

Casos da JBS / Friboi:

Conheça alguns casos da JBS / Friboi, que responde (ou respondeu) a processos jurídicos por sonegação fiscal, crime contra o sistema financeiro, formação de cartel, violação de direitos trabalhistas, entre outros:
>>>

 

 

 

 

 

 

_

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Direitos Animais:
Conheça os Direitos Animais!